Marcenaria: Tipos de madeira Utilizados

Definir a melhor madeira para utilizar em uma obra ou na sua marcenaria, não é uma tarefa das mais fáceis, isso nem mesmo para o marceneiro mais experiente. E essa é uma das principais características durante a compra de móveis: a madeira que foi utilizada.

Vamos abordar aqui os principais tipos de móveis, para te ajudar na melhor escolha tanto na hora da compra como da venda. Confira:

Mogno

Essa é considerada uma das madeiras mais nobres e sofisticadas das que podemos encontrar. A sua cor poderá variar bastante, desde um castanho avermelhado para uma rosa bem vibrante.

Este tipo de madeira é muito comum principalmente no norte do país, sendo muito procurada para a fabricação de estantes, cadeiras, mesas e bases de sofá. É sempre uma bela opção para os móveis de alto padrão.

Mas tenhamos cuidado. Essa espécie de madeira está em extinção, por conta disso o seu preço é tão caro. Ao final das suas contas, esta madeira que já é bastante escassa, passou a ser revestido com outros tipos de madeiras.

Itaúba

A Itaúba também é facilmente encontrada na região norte do Brasil. É uma espécie altamente resistente ao ataque de organismos. A sua secagem é natural e que é feita de uma forma artificial, pode com o passar do tempo aumentar o aparecimento de rachaduras ao longo do seu tempo de uso.

Madeira maciça

É uma madeira que se trabalha no estado mais puro, por tratar-se de uma madeira de ótima qualidade, muito utilizada na fabricação de um estilo rústico e colonial. E também uma das espécies mais buscadas no mercado.

Carvalho americano

Essa é uma madeira bastante dura e que apesar de toda a sua rigidez, é considerada como fácil e prática para ser usada em trabalho. O Carvalho faz muito sucesso no mercado e as suas cores predominantes são o marrom, bege, castanho e mel.

Porém nem tudo nesse material é perfeito. O Carvalho tem pouca resistência a insetos e que podem danificar a resistência desse material. A médio longo prazo, essa madeira pode apresentar fendas e deformações.

Para ter ideia de como ampliar a durabilidade do carvalho americano, é preciso ter atenção com as peças, sobretudo você não pode arrastar as peças. E também sempre mantenha esses móveis longe do calor, em um ambiente onde você pode mantê-los em uma temperatura neutra.

Cumaru

O Cumaru se trata da melhor madeira para os móveis que precisam de uma resistência um pouco maior do que o normal. Porém nem tudo é perfeito, afinal essa é uma madeira rígida e difícil de ser trabalhada. Essa madeira é facilmente encontrada no norte do país.

A robustez dessa madeira é mais adequada as madeiras encontradas e usadas nas Indústrias. Tem um aspecto conhecido por Imperial, sendo bastante usado em móveis nas salas, como os hacks. As cores prediletas para o uso do cumaru são marrom e verde.

Cedro

Tem como uma tonalidade em especifico as corres marrom e vermelho. É considerada uma madeira versátil, fácil para serrar, lixar e colocar os parafusos. Isso é claro também impacta no processo de parafusagem.

O Cedro é muito comum na América do Sul, mais especificamente na região Sul do Brasil, Uruguai e Argentina. É marcado pela sua baixa permeabilidade, secagem rápida e resistente ao toque de insetos e microrganismos.

Já com a relação quanto aos cuidados com esse material, é muito importante lembrar que a aplicação de vernizes ou selantes transparentes, esses que são ótimas estratégias para proteger o cedro da umidade e aumentar o tempo de vida útil do cedro.

Pinho

O Cumaru tem um aspecto bastante rústico e que está mais associado a natureza, moderno e de um material resistente.

É muito valorizado por sua beleza e durabilidade, sendo que seu material é fundamentalmente maciço. Essa opção tem sido muito recomendada e aproveitada em materiais de uso longo, por anos e décadas de estabilidade.

O seu acabamento rústico e sólido obviamente deve ser considerado no momento da compra. Esse detalhe para muitos apenas interfere na questão estética durante o momento da compra, porém isso não é bem assim. Para algumas pessoas, o peso excessivo do pinho é um problema muito constante.

Pinus

É um material de reflorestamento e que é muito usado em móveis de uso ambiental. Também podemos destacar a sua cor suave, que é excelente para manter a atenção em sua tonalidade clara.

Para limpar uma peça que seja composta por este material, tenha cuidado antes de passar o sabão. Especialistas afirmam que a cor opaca desse material pode não retornar conforme o desgaste, mesmo com a limpeza e cuidados no ambiente.

E você marceneiro, já conhecia algum desses tipos de material? Deixe aqui o seu comentário se sim ou não, além de qual dessas madeiras é mais recomendável para usar em móveis.

Deixar um Comentário